Home » Categorias: Blog - Para além do “Bom Dia Cerâmica”

Para além do “Bom Dia Cerâmica”


access_time 14,Junho,2018


Decorreu nos dias 1,2,3 de Junho 2018 em Alcobaça o segundo encontro nacional de cerâmica chamado “Bom dia Cerâmica”.

Lembramos que tais eventos relacionados com a cerâmica tiveram lugar em varias zonas do país e em vários países europeus na mesma altura por se tratar de uma iniciativa europeia a qual a cidade de Alcobaça aderiu a través da recém formada associação das cidades de cerâmica em Portugal. Consequentemente a coordenação do evento, no qual a associação Colectivo 3cs participou, dependeu dos serviços da câmara de Alcobaça. Todos os eventos não directamente ligados aos ceramistas dependeram da autarquia ( mesas redondas palestras etc..) tal como a logística e o financiamento. Os outros eventos (exposição, workshops, criação ao vivo, cozeduras) dependeram da associação.

Cumprimos os nossos compromissos graças a seriedade e a dedicação dos participantes

Cumprimos os nossos compromissos graças a seriedade e a dedicação dos participantes e agradeço pessoalmente a todos em nome da associação. Importa insistir em lembrar que é a participação dos colegas ceramistas que faz do Bom Dia Cerâmica em Alcobaça um evento único em Portugal. Mais do que isso, quem soube olhar e perceber ou que se passou não pode não reparar a amizade e até as vezes o carinho que nos une em tais circunstancias. tentamos mostrar melhor do que somos. Dos vinte e tal anos aos sessenta e tal os colegas testemunharam das imensas possibilidades de expressão que o barro e as pastas cerâmicas permitem. Fomos fieis aos nossos objectivos que é de informar, educar e divulgar dentro dos parâmetros que nos são concedidos.

Os nossos objectivos sempre focaram prioritariamente na tomada em consideração do ser humano

Os nossos objectivos sempre focaram prioritariamente na tomada em consideração do ser humano, do humano, e da sua intima e profunda relação com a criatividade. O nosso papel insere-se no quadro de uma deontologia com a cultura ao centro das nossas preocupações, e é precisamente por isso que é as vezes difícil lidar com entidades publicas cuja preocupação surge de motivos e constrangimentos muito diferentes dos nossos. É fundamental diferenciar cultura e divertimento, cultura e culto das aparências. O divertimento não é nada mais que uma maneira demagógica de proporcionar uma droga suave ao povo. A cultura é uma maneira digna de respeitar o ser humano contribuindo ao seu desenvolvimento e enriquecimento ( em termos espirituais claro). Enquanto a arte, importa não confundir arte e criatividade porque a verdadeira arte é a de viver com inteligência de saber quem somos, a arte não é espectáculo nenhum, ou não devia ser claro, senão caímos mais uma vez no poço sem fundo do consumismo.

Nunca esqueci o slogan, há alguns anos atrás, que António Guterres, hoje secretário geral da ONU, tinha escolhido para sua campanha eleitoral

Nunca esqueci o slogan, há alguns anos atrás, que António Guterres, hoje secretário geral da ONU, tinha escolhido para sua campanha eleitoral: “os portugueses não são um negócio”, demonstrando assim que de facto sim eram tratados como tal. O Bom Dia Cerâmica não é nem devia ser um bom negócio. Houve gente mas não houve multidão a frequentar o bom dia cerâmica independentemente de o facto de ter havido uma divulgação pouco convencida e pouco convincente mas houve mais do que isso, houve qualidade, houve muitas pessoas com interesse genuíno e curiosidade enriquecedora.

Ana Maria, Ana, Maria Cristina, Debby, Carla, Francisco, Miguel, Patricia, Mário, Leonor, Sérgio, Fátima, Adosinda, Josiane, Bernadette, Nadine, Diane, Heitor, Liliana, gostei de vos ver, gostei de estar convosco, gostei da dedicação, do Jorge Melo sem o qual eu seria como não ter mão direita. Demos a ver tanto a vertente simbólica como na realidade a nossa consciência que a pulsão criativa é uma característica fundamental da natureza humana.

Obrigado a todos

Jean D. Ferrari

Workshops

Novas caras

Leonor Dupic, Patricia Ribeiro, Bernadette Martins, Fátima Lopo de Carvalho, Maria Cristina Salgado, Miguel Sousa, Francisco Resende Correia



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *